Categoria Arquidiocese do site


Ordenação Presbiteral de Clécio Almeida


  Postado dia 04/12/2018 categoria Arquidiocese por usuário Karina Freitas.


Conheça a trajetória de Clécio Almeida, que será ordenado presbítero na Solenidade da Imaculada Conceição, no dia 8 de dezembro, às 18h no Santuário Nossa Senhora de Lourdes, em Santa Maria:

 “Atendendo ao convite do Setor de Comunicação da Arquidiocese, partilho hoje um pouco de minha trajetória de vida. Tendo em vista que resumir a vida de uma pessoa é impossível, apresentarei o que julgar mais relevante.

Sou o diácono Clécio dos Santos Almeida, e serei ordenado presbítero na Solenidade da Imaculada Conceição, no dia 8 de dezembro, às 18h no Santuário Nossa Senhora de Lourdes, em Santa Maria.

Tenho 28 anos, e sou natural de Panambi. Foi lá também que vivi meus primeiros passos na Fé na Comunidade Nossa Senhora dos Navegantes, e onde iniciei o acompanhamento e discernimento vocacional que me levou ao Seminário Propedêutico Papa João XXIII, na Diocese de Cruz Alta, sempre com apoio da minha família e comunidade.

Em 2010 vim a Santa Maria para cursar filosofia, ingressando no Seminário Maior. À época, as dioceses de Cruz Alta e Santa Maria habitavam a mesma casa, na rua Ir. Donato, 190, no Bairro Nossa Senhora de Lourdes. Ao chegar aqui tive contato profundo com a Diocese de Santa Maria, fazendo pastoral aos fins de semana na cidade de Dilermando de Aguiar, paróquia São Pedro Apóstolo, e depois na Paróquia da Ressurreição, na cidade de Santa Maria, por seis anos.

A realidade pastoral e outros fatores fizeram com que no final de 2013 eu me desligasse da Diocese de Cruz Alta e ingressasse na Arquidiocese de Santa Maria, morando na Basílica da Mãe Medianeira no ano seguinte. Claro que não foi um processo fácil, mas com abertura de coração digo que foi algo realmente livre, onde apenas me joguei nas mãos de Deus e de sua Providência. Em 2015 retornei ao Seminário Maior São João Maria Vianney, como seminarista da Arquidiocese, quando comecei então a trabalhar no Serviço de Animação Vocacional, bem como na Pastoral Carcerária.

Aos poucos Deus foi confirmando no meu coração o chamado que Ele me fazia para a missão nessa amada Igreja, da qual me sinto e sei que sou parte. Em razão do estágio pastoral, residi na Paróquia Santa Catarina, no bairro Itararé, no ano de 2017, e foi lá que fui ordenado diácono no dia 1 de junho de 2018.

Agora aproxima-se o dia da minha ordenação presbiteral. Por esse ministério estarei unido a Cristo de um modo todo especial, ofertando minha vida integralmente a Cristo sacerdote, pelo bem povo, para sua salvação, mas também a minha. Tomei como lema um versículo da Carta de São Paulo aos Filipenses, que é também o meu ideal pessoal: “[...] tudo isso que para mim eram vantagens, considerei perda por Cristo” (Fl 3,7). É um versículo que sempre funcionou como “motor” da minha vocação desde o momento em que eu o descobri. Sempre me impulsionou para Cristo, a abandonar tudo por causa dEle.

Agradeço desde já todas as mensagens e manifestações de carinho que tenho recebido, não só agora, mas em toda a minha vida, todo estímulo vocacional que recebi, e dos mais diferentes lugares, bem como de vocações: padres, irmãs religiosas, famílias. Cada um é importante em minha caminhada de discernimento e agora de confirmação da vocação através da ordenação. Muitos me perguntam onde irei trabalhar. Quando a isso ainda não sei, mas ao retomar meu Ideal Pessoal, digo que na verdade não importa muito. O importante é que tudo seja para a Glória de Cristo, e para o bem da Igreja.”


Fonte: Karina Freitas - Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Santa Maria.